Desafios da Infraestrutura de IoT nas Indústrias

Desafios-da-infraestrutura-de-IoT-nas-indústrias

A Internet das Coisas (IoT) representa uma nova fase já em progresso na indústria mundial. O termo pode ser definido na multiconectividade entre diversos equipamentos, de modo que as funções sejam ampliadas para a criação de um ecossistema de trabalho inteligente e integrado, que funcione entorno do controle e qualidade, facilmente disponibilizados aos usuários.

Através da ferramenta, diversas situações cotidianas podem ser conectadas, de modo a formar uma rede interligada que só tende a crescer no decorrer do tempo. Estudos indicam que em 2020, mais de 20 bilhões de dispositivos estiveram conectados à internet, gerando até 1.6 bilhões de terabytes entre estas conexões.

Entretanto, manter o IoT funcionando corretamente e em segurança exige uma estrutura tão suficiente quanto a própria funcionalidade da solução. A determinação da eficiência em IoT é gerada a partir da capacidade de sua estrutura e do amparo realizado para suportar a tecnologia, que vem se mostrando um marco decisivo na maneira que as indústrias enxergam seus negócios.

Começando com os Investimentos 

Antes de investir na montagem ou atualização de sistemas que comportem o uso de IoT, é imprescindível que as empresas saibam um pouco dos resultados que almejam alcançar através da tecnologia, para que este investimento não resulte em custos desnecessários mediante as operações já realizadas pela empresa.

Ao definir as necessidades primárias, é necessário uma equipe de TI bem qualificada para promover o entendimento da Cultura de Dados, a fim de indicar o que é necessário para o funcionamento da estratégia de IoT.

Os equipamentos precisam comportar a carga de memória, processamento, rede e gerenciamento, promovendo ainda o monitoramento contínuo e rápido dos ativos, com possibilidades de escalabilidade conforme necessidade e segurança. Este último ponto é um tema delicado para todos os negócios que queiram estar dentro dos novos padrões digitais, pois manter a segurança de todas as informações coletadas e dos ativos conectados requer atenção e práticas recorrentes. Não o fazer coloca em risco todo o negócio, assim como sua reputação e futuro competitivo perante a concorrência.

Como Ter Sucesso Nos Projetos de IoT

Os aparentes desafios para ter uma estrutura que comporte o IoT podem fazer pensar que são necessárias novas instalações e equipamentos, algo que nem sempre é verdade, pois existe a possibilidade de utilizar a infraestrutura existente com adaptações pontuais, desde que a empresa já atue com uma Governança de Dados eficiente, onde a arquitetura destes dados seja completa e bem estruturada. Em todos os casos, é importante analisar a situação escalável da estrutura utilizada e seus possíveis pontos de atrito, de modo a processar ações de IoT com eficiência.

O IoT não diz respeito apenas a dispositivos conectados; a tecnologia possui várias camadas que precisam de análise independente em cada situação a ser empregada. É preciso compreender quais informações serão coletadas e o que será feito com elas, onde suas aplicações vão além da comunicação máquina com máquina, possibilitando mapeamento completo de todos os equipamentos escolhidos e suas situações de funcionamento, com o objetivo de promover uma carga de trabalho otimizada e que minimize, ao longo do tempo, suas possíveis falhas com maior rapidez.

O real valor do IoT está no mapeamento global dos ativos em tempo real, que controla situações para promover a diminuição de erros e prejuízos, com automação que acompanhará uma revolução completa das indústrias, permitindo aos responsáveis pela tomada de decisões uma melhor visibilidade de situações cotidianas e insights positivos.

A rede de ligação promovida pelo IoT não é algo que afeta apenas as empresas do campo digital; a solução tecnológica influenciará em toda a indústria e nas conhecidas práticas que são realizadas nos negócios atualmente. Ter uma estrutura ideal e que comporte todos os pontos exigentes da ferramenta é um diferencial competitivo, porém estudos já mostram que a adesão da tecnologia pode ser tão grande a ponto de virar uma necessidade nos próximos anos.

Compartilhar conteúdo