Gerenciar as informações tornou-se uma das tarefas mais estratégicas dentro de uma organização, podendo alterar sua posição no mercado. Com o volume de dados produzidos a cada instante, os processamentos tradicionais deixaram de ser suficientes para realizar esse controle. Por isso, a adoção de IoT na gestão de dados é uma excelente maneira de transformar dados brutos em informações inteligentes, de modo rápido e confiável. 

Siga na leitura para saber mais! 

O desafio das empresas frente à disrupção no mercado 

Até bem pouco tempo, as empresas tinham um caminho para conquistar a preferência de seus consumidores: desenvolver um produto de melhor qualidade do que os de seus concorrentes, oferecer boas condições comerciais e ter um bom atendimento. 

No entanto, à medida que as margens de lucro encolheram e os clientes deixaram de perceber a diferença dos serviços e produtos oferecidos pelos concorrentes que os comercializam, as organizações passaram a repensar a forma de se destacar e atrair clientes. 

Notaram, então, que oferecer uma experiência positiva ao cliente ficou mais difícil, pois cada um possui suas próprias percepções de valor e expectativas em relação a um produto. Além do mais, a ideia de um produto/serviço ideal é dinâmica e o que é oferecido hoje pode não agradar o consumidor amanhã. 

Essa disrupção exige das empresas insights em tempo real sobre seus produtos e clientes – lacuna a ser preenchida pelo uso de IoT na gestão de dados. Só assim será possível se adaptar às mudanças impostas pelo mercado – dentro da agilidade e escala necessárias para se manter no topo! 

IoT na gestão de dados minimiza desafios 

O conceito de IoT já é bem conhecido; trata-se de uma rede que permite a comunicação entre objetos comuns e a internet, sem interação humana, usando conectividade IP. 

Essa tecnologia assume papel importante para que as empresas minimizem os desafios de atender as demandas do mercado, abrindo novas oportunidades de negócio para o crescimento futuro – conheça Cases de Sucesso da Tenbu com a adoção de IoT. 

Isso porque o IoT na gestão de dados possibilita acessar informações e fornecer insights, gerando decisões assertivas, rápidas e seguras. Vale lembrar: cada vez mais, grandes volumes de dados, os chamados streams, são gerados a cada segundo, sendo necessário ferramentas poderosas para processá-los em tempo real. 

Sistemas tradicionais para processamento de dados estão se tornando cada vez mais obsoletos para lidar com essa nova realidade que envolve alto volume de informações e processamentos rápidos.  

Um motivo a mais para adotar IoT na gestão de dados, afinal, com tanta informação sendo gerada a cada segundo, um único minuto de perda pode significar prejuízo! Dessa forma, o investimento nessa tecnologia oferece uma excelente relação custo-benefício, evitando que as informações capturadas fiquem paradas no sistema, sem que sejam transformadas em ações que gerem retorno ao negócio. 

Com uma análise eficiente dos dados gerados por ativos conectados, as organizações deixam de contar apenas com o feeling de seus gestores ou com informações ultrapassadas, provenientes de relatórios não atualizados em tempo real. 

Vantagens da aplicação do IoT na gestão de dados 

São muitas as vantagens proporcionadas pelo uso do IoT na gestão de dados. Começa por permitir que as empresas mudem de um modelo de serviço reativo para um modelo pró-ativo, tendo em vista a facilidade de acesso a informações atualizadas. 

Personalização para melhorar a experiência do cliente é outra possibilidade do uso de IoT na gestão de dados. Considerando que cada cliente tem suas expectativas e desejos, a empresa pode criar experiências personalizadas com base nas necessidades e perfil de seus diferentes consumidores. 

Sem dados, as equipes de vendas e marketing têm uma visão bastante limitada do cliente. Fazendo uso dessa ferramenta, no entanto, os profissionais dessas áreas passam a conhecer o comportamento e necessidades do seu consumidor. 

Claro que a lista de benefícios do emprego de IoT na gestão de dados vai além, gerando, entre outros: 

  • Maior compreensão de processos; 
  • Aumento de eficiência e produtividade; 
  • Maior segurança da informação e facilidade para estar em conformidade com a LGPD; 
  • Redução de custos; 
  • Criação de novos modelos de negócio. 

Estima-se que já existam cerca de 25 bilhões de dispositivos conectados à internet em todo o mundo, com tendência de crescimento exponencial e rápido. Nesse cenário, adotar o IoT na gestão de dados é uma escolha inteligente para gerar valor aos negócios.  

E a equipe da Tenbu, especialista em transformar dados em diferencial competitivo, pode te ajudar nesse processo: fale conosco agora mesmo! 


Comentários: 0

Ainda não há comentários neste post. Seja você o primeiro a comentar!

Deixar um comentário